VRTA11: Aproveitar ou não a subscrição? - Investidor Inglês

VRTA11: Aproveitar ou não a subscrição?


Ontem novamente recebi da Modalmais uma oferta pública de distribuição do Fator Veritá, mais conhecido como VRTA11.

E desde a primeira vez que recebi pretendia fazer um post a respeito. Já que me mandaram mais um lembrete sobre a oferta, resolvi postar.

Oferta Pública de Distribuição do Fator Veritá - VRTA11: Aproveitar?


Oferta Pública de Distribuição do Fator Veritá - VRTA11

Bom, sei que se olharmos apenas o preço para ingresso na subscrição (115 reais por cota contra 124 no mercado), não faz sentido algum a minha dúvida.

Afinal, por que pagar mais caro no mercado se você pode pega-la mais barata pela subscrição?

A minha dúvida é que há um investimento minimo de R$3450,00, que convertendo em cotas dá 30. Para pegar essa sub eu precisaria girar algum ativo.

Você faria isso?

Eu estou pensando seriamente em fazer. Sei que muitos levam ao pé da letra a questão não girar patrimônio.

Mas as vezes não há mau algum em fazer isso. Se for bem estudado, não vejo problema.

Abaixo algumas infos...

Quem é Fator Veritá - VRTA11


O Fator Verità é um fundo imobiliário (FII) que tem como objetivo a aquisição de ativos financeiros de base imobiliária, como;

  • Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI),
  • Letra de Crédito Imobiliário (LCI),
  • Letras Hipotecárias (LH),
  • Quotas de FII,
  • Quotas de FIDC,
  • Quotas de FI Renda Fixa e Debêntures.

Ou seja, é um fundo de investimento imobiliário de papel.

A subscrição


O período de reserva começou em 19/07 e vai até 27/08/2019. Como mencionado acima, há um investimento mínimo de 30 cotas a 115 reais (R$3450,00)

Aqui tem o prospecto.

Cara, são 226 páginas!!! Vou tentar ler até o fim de semana. Isso se não achar alguém que resuma ele para mim. hehe

Pelo que pesquisei sobre o fundo, parece interessante. Sua participação no índice IFIX está próxima do fundo SDIL11 (fundo de tijolo setor logística). Só preciso pesquisar mais sobre os ativos a que ele está exposto.

Se quiser ajudar, agradeço!




See ya!
VRTA11: Aproveitar ou não a subscrição? VRTA11: Aproveitar ou não a subscrição? Reviewed by Investidor Inglês on 06:00 Rating: 5

16 comentários:

  1. Ola II, tenho visto varias subscriçoes por ai. Eu mesmo vou aproveitar do FII UBSR11. Ja mandei dinheiro do Canada para Brasil (aproveitei a alta do dolar tambem!). Acho que se esta alinhado com nossa estrategia, temos sim que aproveitar essas oportunidades.
    abs!

    www.executivoinvestidor.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Executivo,

      Está "chovendo" subscrições mesmo rs. Mas acho que não entrarei em nenhuma. Vou guardar caixa para outra coisa.

      Abraço!

      Excluir
  2. Também sou da turma dos que preferem não girar patrimônio, mas não podemos ser tão xiitas. Concordo que há situações que valem a pena sim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Zé Batalha,

      Eu entendo dessa forma. Se você acredita que tem uma oportunidade melhor, por que não girar?

      Mas sempre com bons fundamentos e nada de achismos. Se com bons fundamentos já corremos o risco de errar, imagina sem hehe

      Excluir
  3. Não entendi muito bem a parte de ser no minimo 30 cotas, até pq na XP eu tenho direito a 11 cotas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que é no máximo a quantidade de cotas que vc possue, ex. vc tem 30 no maximo pode comprar 30;

      Excluir
    2. Agora eu vi no prospecto, mas nao faz sentido sendo q eu tenho 11 cotas subscritas.

      Excluir
    3. Essa parte ficou estranha mesmo Investidor. Pelo jeito interpretei errado

      Excluir
  4. Mínimo 30 cotas é pra quem não é cotista do fundo, no caso de cotista deve ter uma proporção na qual o mesmo faz jus. Não sou cotista fiz pedido pra compra de 100 cotas, se vou conseguir, só esperando pra ver.Considero esse fundo um dos TOP de papel, só que no preço que ele se encontrava sem chances. ANDERSON.

    ResponderExcluir
  5. Estava pensando em subscrever umas 10 cotas só. vamos ver...

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.