Aprenda a curtir a Declaração de Imposto de Renda! - Investidor Inglês | Rumo a Independência Financeira

Aprenda a curtir a Declaração de Imposto de Renda!


declaração imposto de renda reflexão
Sei que o título deste post não reflete as emoções de acredito eu, 99% das pessoas que precisam declarar e fazem por conta própria sua declaração.

Afinal, como curtir algo chato, trabalhoso e que no fim pode ainda levar mais uma grana sua?

Difícil não?

Mas, venho propor uma mudança de visão sobre essa obrigação.

Como curtir a Declaração de Imposto de Renda?


Talvez a palavra curtir não seja a melhor a ser empregada, mas é a que vem em minha mente para esse texto. Acredito que combina com a ideia aqui proposta.

E qual a ideia proposta? 

Avaliar sua evolução. Principalmente se você assim como eu não acompanha de perto todo seu patrimônio.

Eu, assim como muitos aqui da blogosfera, tenho o costume de ver como anda mês a mês a situação de meus investimentos. Então, digamos que meio caminho andado já percorri.

Mas, os investimentos são apenas uma parte do todo que você tem. Pois se você tiver um carro, ele é um bem e estará em seu patrimônio.

Mora em casa própria?  bem do seu patrimônio.

Assim, encaro esse momento como um ponto para avaliar meus esforços. Gosto, como todos!, ver ano a ano meu patrimônio subir.

E como fazer isso?


Adquirindo bens! Não tem segredo. O detalhe é se atentar na aquisição dos "bens passivos", como nosso odiado/amado carro. De nenhum modo é ruim declará-lo, longe disso, o problema é quando se tem apenas ele em seu portfólio.

Pense nisso...  Apesar que como leitor do blog acredito que você já tire isso de letra rsrs

A declaração do imposto de renda é um bom momento para refletir seus movimentos, suas conquistas...

Talvez curtir não tenha sido a palavra ideal para esse texto, mas você me entendeu não?

Já fez seu IR?  Gostou da evolução dele frente a anterior?






See ya!

Aprenda a curtir a Declaração de Imposto de Renda! Aprenda a curtir a Declaração de Imposto de Renda! Reviewed by Investidor Inglês on 11:59 Rating: 5

18 comentários:

  1. haha interessante que casa e carro fazem parte do patrimônio para a receita kkk, e uns gatos pingados diz que não hehe.

    ResponderExcluir
  2. Brasileiro ta é fudido e ponto final!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguns por escolhas próprias. Se conseguir um tempo, explorarei esse seu comentário.

      grato pela visita Rafael!

      Excluir
  3. Olá II,

    A declaração deste ano está um porre. Cheia de picuinha.

    É o próprio exemplo que faz a gente perder tempo com o estado e não com nossa família ou profissão.

    Se eleito, acabarei com o imposto de renda. :)

    Abçs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá II,

      Está mesmo, ainda não terminei a minha. E saiba que já tem meu voto! ;)

      Abraço!

      Excluir
  4. Tornar menos trabalhosa tudo bem, mas curtir declarar seus bens pro governo não acho que um dia eu vá aprender...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala CF, tudo certo?

      Nesse ponto de prestação de contas também não acho legal não. Sem contar que o estado já sabe muito de nossa vida que já não deveríamos mais preencher essa coisa...

      Excluir
  5. "Curtir" é difícil, hein II rsrs?

    Mas é difícil, ao menos para quem investe em RV acompanhar essa evolução pelo IR, pois os saldos não são atualizados.

    Quem possui PGBL idem, pois o saldo não deve ser declarado na declaração. Enfim, dá para acompanhar máomeno rsrs

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, exagerei na palavra rsrs

      A sim, RV fica com o saldo de compra. Porém, se não tem o valor atual, pelo menos você confere o aumento de sua participação nos ativos.

      Não sabia quanto ao PGBL.

      Bom, não é aquela brastemp, mas dá para ter uma noção rsrs

      Abraço!

      Excluir
    2. Na verdade, acho que você acertou em cheio na palavra.

      Muitos reclamam de pagar imposto, mas só paga imposto quem tem sobre oq pagar.

      Ainda nao recolho imposto, mas nao vejo a hora de pagar, pq quando eu pagar, será ou pela renda ativa ou pela renda passiva, e por qualquer um deles já ficarei feliz

      Se possivel, gostaria de contar com a sua ajuda, sou um blog novo, estou começando agora, vou tratar de investimentos com aportes pequenos (por motivos de salário pequeno), te adicionei aqui na lista de blog sugeridos, se puder fazer o msm, te agradeço

      att.. Investidor e Realista

      Excluir
    3. Olá Investidor e Realista,

      Seja bem vindo. Logo estará na blogroll. É um ponto interessante o seu, pois realmente paga quem ganha mais. E tem que se comemorar mesmo.

      Seu blog será parecido com o meu, apesar de não dizer aqui o quanto aporto, também tenho baixo salário.

      Abraço

      Excluir
  6. Olá,InvestidorIngles.

    A declaração do I.R. pode ser visto como um balanço patrimonial. É uma maneira interessante de ver a sua evolução patrimonial, mesmo que seja meia boca, como expressou o André.

    O problema é termos que pagar imposto demais :)

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá G65, grato pela visita!

      Com certeza é um problemão pagar imposto demais rs

      Eu aproveito o momento de declarar para ver como as coisas estão indo. Mesmo sendo meia boca.

      Abraço!

      Excluir
  7. É até legal preencher o imposto de renda, o que mais me deixa p. da vida é ver o quanto o governo fica com nosso dinheiro não só o IR em si, mas a contribuição previdenciária.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Stifler,

      A contribuição parte é revertida em aposentadoria não? Esse é um dos pontos a se fazer uma reforma, pois se não aumentará essa contribuição ai

      Excluir
  8. Aproveitando o momento e falando de IR, eu tenho algumas duvidas...

    1) Ano passado eu perdi dinheiro em uma subscrição, comprei os direitos e não exercí, como devo declarar isso?

    2) Preço médio, talvez eu esteja calculando errado e declarando errado...
    Você considera as corretagens no seu preço médio?
    Eu calculo meu preço médio da seguinte forma...
    Compra 100 ABEV3 por R$16,00
    Total = R$1.600,00
    Preço médio = R$16,00 (R$1.600/100)

    ou eu deveria fazer assim...

    Compra 100 ABEV3 por R$16,00
    Corretagens e taxas = R$17,50
    Total = R$1.617,50
    Preço médio = R$16,17 (R$1.617/100)

    3) Ano passado fiz a venda do direito de subscrição, eu deveria pagar esse imposto como se fosse uma operação normal? Se sim como faz isso? A unica coisa que sei é que se eu precisar recolher DARF é a partir de R$10,00, abaixo disso eu posso acumular pra pagar na próxima vez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo, vamos lá

      1 - Como assim comprou e não exerceu? Não entendi (preciso estudar mais sobre subscrição)

      2 - Sim, considere os custos na aquisição. Corretagem, emolumentos e o que mais tiver hehe. Eu faço assim

      3 - Mesmo ponto da primeira questão. Vou me informar para te ajudar. Realmente não sei como proceder nesse caso.

      Valeu!

      Excluir

Tecnologia do Blogger.