Ricardo e as consequências do vício... - Investidor Inglês | Rumo a Independência Financeira

Ricardo e as consequências do vício...

Qual a consequência de um vicio?


O post de hoje aborda uma história digna de "novela". E infelizmente, uma novela com um final nada bom. Quem sabe mostrando as consequências dessa história eu possa abrir os olhos de quem está "começando" em algum tipo de vicio...

Abaixo uma escrita diferente. Comente o que achou, Ok? Espero que curta! Let's go!


Ricardo e Maria


Maria - Ricardo, como vão os negócios?

Ricardo - Estão indo muito bem meu amor!

Maria - Hmm, que bom querido. Poderemos dar um bom futuro a nossos filhos!

Ricardo - Com certeza!

Maria - Ricardo, será que podemos melhorar nossa casa?

Ricardo - Calma Maria! Ainda não é hora disso...

Amiga Invejosa e Maria


Amiga Invejosa - Maria, soube que seu marido montou uma loja. Agora vão poder comprar um carro não é?

Maria - É, talvez meu marido compre um. Mas eu gostaria que primeiro ele melhorasse nossa casa

Amiga Invejosa - Amiga, insista! Agora vocês podem, não é?

Maria - É verdade...

Maria, Ricardo e Inglês


Inglês - Fala Ricardão!  Quanto tempo velho!  Soube que montou um negócio. Meus parabéns cara!

Ricardo - Fala ae Inglês! Belezinha?  Sim, está sendo desafiador!

Maria -  É Inglês, ele montou esse negócio, mas não está querendo usufruir dele.

Inglês - Como assim Maria?

Maria - Estou dizendo para meu Marido começar a gastar o que está ganhando. Quero melhorar essa casa.

Inglês - Calma Maria!  Ainda está no começo. Logo vocês poderão realizar isso. Mas mantendo a calma, não é Ricardo?

Ricardo - Sim Inglês, vamos ir devagar...

Ricardo, filhos e a compra do Carro


Ricardo - Maria! Venha aqui fora!

Maria - Estou indo!

Ricardo - Traga as crianças!

Maria pensou - O que ele está tramando?

Ricardo - Olhem filhos!  Papai comprou um carro!

Filhos - Vamos dar uma volta papai?

Ricardo - Claro!  Entrem no carro!

Maria e Filhos -  Que legal nosso carro!




Ricardo, Maria, furto do carro e Inglês


Ricardo - Não acredito que roubaram meu carro!  Logo agora que acabei de comprar... O que vou fazer?

Maria - Calma querido, daremos um jeito.

Ricardo - Jeito como?  Esse país em que vivemos não tem futuro mesmo!

Inglês recebe a noticia - É sério que roubaram o carro do Ricardo?  Mas ele acabou de comprar! Se não me engano, ele financiou não?  Puts meu!  Não acredito!

Inglês pensa - Não posso deixar meu carro sem seguro!  Acabei de financiar esse treco! Imagina passar o que meu amigo está passando...  Contratarei um seguro agora!

Festinha dos filhos do Ricardo


Inglês -  E Ricardo hein?  Seu filho mais velho está completando 4 anos!  Quanto tem o mais novo mesmo?

Ricardo - 2 anos.

Inglês - Caramba hein...  Desafio não?

Ricardo - Sim!  Mas os amo muito! E farei qualquer coisa por eles...

Passaram-se 3 anos da Festinha


Inglês para sra Inglês - Nossa, faz tempo que não falo com o Ricardo

sra Inglẽs - Ligue para ele!

Inglês - Não tenho o telefone dele

sra Inglês - Então vá até a loja dele

Inglês - É, farei isso...

Inglês na loja - Olá, gostaria de falar com o Ricardo...

Atendente - O Ricardo não trabalha mais aqui senhor.

Inglês - Como assim?

Atendente - O senhor Ricardo vendeu a loja.

Inglês - Hmm, Ok. Obrigado!

Inglês, irmão do Ricardo e as consequências do vício

Consequências do vicio

Inglês - Ao sair da loja, decidi ir para a casa da minha mãe. E por ironia do destino, no caminho encontrei com o irmão do Ricardo. Conversamos um pouco, algum blá blá blá e no final, perguntei por seu irmão.

Irmão do Ricardo - Cara, meu irmão está perdido!  Para não dizer outra coisa...

Inglês - Mas... o que houve?

Irmão do Ricardo - Primeiro, a Maria expulsou ele de casa e seu sogro não o quer ver lá nem pintado de ouro! Segundo, ele perdeu a loja. E terceiro, sua vida corre perigo!

Inglês - Cara, que história é essa?

Irmão do Ricardo - Cara, meu irmão se meteu em algum tipo de vício. Não sei o que é, mas o fez destruir TUDO o que havia construído. Olha só a Maria, quando o traste do meu irmão iria arrumar uma mulher bela daquele jeito? E ela era extremamente apaixonada por ele. Agora, não o quer ver nunca mais... Mas entendo ela, afinal meu irmão literalmente queimou TODO o dinheiro que tinham. E não contente, ainda deve uma pequena fortuna para agiotas. Já sabe o que significa não é?

Inglês - Puts!  o Ricardo emprestou dinheiro de agiotas?

Irmão do Ricardo -  Sim! Sabe o carro que todos achavam ter sido furtado? Balela! Os agiotas tomaram dele! E o mentiroso teve coragem de dizer a nós que tinha sido roubado. Sabe a loja? Bom, nem preciso dizer...

Inglês - Meu! como o Ricardo fez essas coisas?  Cara, conheço ele desde pequeno. Sabe, desde o primeiro ano de escola. Depois do que você me contou, é mais do que compreensível a Maria e o Pai dela não o quererem por perto. Puts! E as crianças?

Irmão do Ricardo - Estão sofrendo! Alias, demais! Afinal, não entendem porque o pai não vai visita-los. E eles sempre perguntam sobre ele...

Inglês -  Cara, não consigo acreditar...  E os agiotas não ameaçaram a mulher dele?

Irmão do Ricardo - Não! Ainda bem... E espero que isso não aconteça...





Ah! No post sobre o maior erro quanto a dinheiro que cometemos, uma mensagem do Sr Buffet passou despercebida. Falarei a respeito...


Saiba o que está rolando no blog!







See ya!
Ricardo e as consequências do vício... Ricardo e as consequências do vício... Reviewed by Investidor Inglês on 00:00 Rating: 5

25 comentários:

  1. A história é sinistra eu gostaria de saber se ela é verdadeira.

    ResponderExcluir
  2. anons opa bom dia mesmo nao sendo verdadeira do jeito que ele conhece , existe de tudo hoje em dia pode ter certeza e coisa bem pior

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bom dia anon, infelizmente seu ponto é verdade, há coisas piores por ai..

      grato pela visita!

      Excluir
  3. Sem conhecer seu amigo, oro por ele.
    Abraco

    ResponderExcluir
  4. fiquei curioso sobre esse vicio. Devem ser jogos ou puteiro

    ResponderExcluir
  5. Não sei que vício o personagem em questão tem, embora todo o vício tenha potencial destrutivo.

    Gostaria de chamar a atenção para um ponto: A amiga invejosa e isso serve também para amigos invejosos.
    Todo mundo deve estar atento ao tipo de influência que as pessoas que nos cercam tem sobre nós. Isso não é brincadeira... Mas influências podem colaborar fortemente pra levar alguém pro buraco.
    Vou citar um situação: Todo o homem que namora sério ou é caso, independente do tempo de casamento ou idade do caal deve ficar atento as "amizades" de sua esposa.
    Tá cheio de mulher por aí que tem uma vida amorosa bagunçada e tem inveja de quem tem relacionamentos mais sólidos, sendo assim não raramente esse tipo de amiga começa a tentar influenciar a mulher a achar que o casamento e o marido dela não são grandes coisas.
    Isso ocorre de diversas formas: Perguntando se o marido gasta X com orçamento doméstico e/ou lazer, se o marido gosta de sair, se gosta de programas a dois com a esposa, sucesso financeiro e/ou na carreira,frequência sexual, tamanho do pênis e principalmente comparando-o com outros homens com intuito de menosprezá-lo.
    Tem muita mulher que leva em conta demais a opinião de "amigas" e isso pode sem dúvidas prejudicar um namoro ou casamento. Lógico isso depende da liberdade que a esposa dá para essas amigas, mas isso que citei acontece e não é raro.
    Não sei se há muito o que fazer em alguns casos, mas é bom ficar esperto.
    Sei que meu comentário foge um pouco do tema do post, mas início da histório me remeteu a isso.
    O que disse pode servir também para mulheres com relaão ao marido, como sou homem foquei com relação a esposas e namoradas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me desculpe pelos erros de digitação. Fiz o texto com pressa.

      Excluir
    2. Olá anônimo! grato pela visita!

      Legal seu ponto! E infelizmente isso acontece... para ambos os lados.. Quanto ao que fazer, também não tenho ideia...

      Valeu pelo comentário!

      Excluir
  6. Eu hein? Vício torna a pessoa dependente e sem capacidade de definir o próprio destino. Vício acaba matando de uma forma ou de outra, infelizmente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É André, infelizmente é por ai mesmo... O problema é que não fica só na pessoa, afeta quem está ao redor...

      Excluir
  7. Olá II,

    O Ricardo se ferrou. Triste essa essa história, mas conheço muitas assim.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. É meu caro, o vício acaba com a vida de uma família inteira, não só do viciado.
    Tenho um conhecido, com seus quarenta e oito anos, com dois filhos, sempre passou a vida de forma apertada, pois não controlava os gastos, ele recebeu novecentos e oitenta mil numa ação trabalhista, o que era pra ser alegria, virou decepção, em seis meses gastou tudo e já estava emprestando dinheiro com agiotas, eu e alguns amigos buscamos procurar entender o que estava acontecendo, nós pensamos que era envolvimento com drogas ou que ele tinha uma família paralela, no entanto, descobrimos que o nosso conhecido era viciado em jogo (os jogos começavam a noite e terminavam de madrugada) e também tinha uma mulher mais nova no meio, hoje ele está pra se divorciar, deve mais de cem mil para agiotas, não garantiu o futuro dos filhos, vive de aluguel, sumiu do mapa, enfim, são coisas que acontecem no cotidiano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Triste isso anônimo... Apesar de ser cotidiano, acabamos dando enfase quando acontece perto de nós.

      grato pela visita!

      Excluir
  9. Muito bom o aviso no início Inglês.
    Vai fazer as pessoas pensarem duas vezes antes de adquirirem algum vício. Eu mesmo nunca tinha ingerido bebida alcoólica na vida. Aí comecei tomar vinho de leve faz uns 2 anos, e gostei. Só que eu já estava querendo tomar quase diariamente. E aí decidi parar, pra não evoluir. Não sei se sou fraco pra coisa, então, sendo ou não, é melhor ficar de fora do que tentar descobrir.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisa tomar cuidado mesmo. Eu não tinha o hábito de beber, hoje tomo mas bem controlado. Não passa dos sete dias por semana :P Brincadeira! de tão baixa a frequência com que ingiro álcool, nem da pra contar

      Abraço!

      Excluir
  10. Acabar com tudo assim. Complicado. Depois vou colocar a história de um colega meu. Ele está no fundo do poço (endividado) e ainda respondendo 2 processos na justiça. Abraço

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.