segunda-feira, 12 de junho de 2017

As concorrentes da Magazine Luiza (MGLU3)


Post Atualizado 23/03/2018

As concorrentes da MGLU3


No post da MGLU3, onde falei brevemente sobre seus lucros, receita e divida, disse que a situação de duas concorrentes não eram diferentes da sua. Lembra?

Bom, o post de hoje irá falar sobre isso.


As concorrentes da Magazine Luiza


As empresas que considero do mesmo segmento que a MGLU3 são;

  • B2W (BTOW3) que segundo o Wikipédia, foi criada em 2006 com a fusão de Shoptime, Submarino e Lojas Americanas.

  • Via Varejo (VVAR11) fundada em 2010 com a fusão de Casas Bahia e Ponto Frio (essa pertence ao grupo Pão de Açúcar).

  • Lojas Americanas (LAME4) fundada em 1929, abriu seu capital em 1940. Hoje é acionista majoritária da B2W.

Deixei de fora do comparativo as empresas; - Lojas Marisa (AMAR3), Guararapes (GUAR3), Lojas Renner (LREN3) e Grazziotin (CGRA3) Apesar de se enquadrarem no setor comércio, elas são do sub-setor Vestuário. Com isso, não vou comparar quem vende roupas com TVs, computadores...

Nada contra!  Alias, o setor de vestuário apresenta melhores opções, mas não vou falar sobre elas hoje...

Assim, vamos aos números *Give me the numbers...


Análise fundamentalista das concorrentes


Começo mostrando o gráfico da B2W. Veja abaixo;

Balanço BTOW3


análise fundamentalista BTOW3
Clique na imagem para Ampliar!

Ao ver o gráfico acima, vemos que a receita foi aumentando e aumentando, com 2016 e principalmente 2017 apresentando queda. Já os lucros...

Nesse período, não houve um ano em que a empresa apresentou lucros. Eu procuro por empresas com lucros constantes, e essa ai, apresentou o inverso. Ela criou a categoria - prejuízos constantes!

Mais dados da B2W


Olhando o balanço de 2017 notei que;

  • Deram uma bela levantada no caixa da empresa. 4 bilhões contra quase 2 bilhões em 2016.  

  • Porém, empréstimos e financiamentos aumentaram em quase 1 Bi.  

  • Fluxo de caixa livre negativo deu um belo salto em 2017.   

Eu ainda fico bem longe dessa empresa. Lembre-se, Eu.

Agora vamos a próxima da lista - Via Varejo. Show me the numbers!


Balanço VVAR11


análise fundamentalista VVAR11
Clique na imagem para Ampliar!

A Via Varejo também não possui lucros constantes. Apesar de ter lucrado em 2012, 2013, 2014 e 2015, 2016 o prejuízo veio. Em 2017, a Via Varejo voltou a apresentar lucro.

Mas o dado que chama a atenção no gráfico é referente a sua dívida líquida que vem caindo conforme os anos, e de 2014 para cá, a empresa praticamente não tem dívidas!*

2017 a empresa voltou a apresentar divida líquida.

*Divida líquida negativa mostra que a empresa tem em caixa um montante maior que suas dívidas.




Mais dados da Via Varejo...


Indo ao site da Bovespa, pois sinceramente não estou gostando de pegar esses dados nos RIs das empresas, temos;
  • Caixa diminuiu um pouco frente 2016. 

  • Estoques aumentaram bem.

  • Fluxo de caixa livre também negativo, porém menor em 2017

  • A empresa distribuiu cerca de 31M de dividendos e jsp frente a 3M de 2016. 

Por último, vamos ver como anda as Lojas Americanas;


Balanço LAME4


análise fundamentalista LAME4
Clique na imagem para Ampliar!

Das três mostradas neste post, a Lojas Americanas foi a que conseguiu lucros constantes no período 2012 - 2017. Porém, vale salientar que eles veem caindo ano a ano e, para a infelicidade dos acionistas, no balanço referente ao primeiro trimestre de 2017 veio o prejuízo. Apesar que ainda há três trimestres para ela reverter. E reverteu apresentando lucro de 81M contra 27 de 2016.

Por isso a importância do resultado anual. Eu prefiro não tomar medidas drásticas com os balanços trimestrais. Eu os acompanho e, no caso de um trimestre não vir bom, coloco a ação em alerta. Desta forma, paro de aportar na mesma até que resultados melhores apareçam.

Voltando a Lojas Americanas, sua dívida crescente é outra coisa que deve estar assustando seus acionistas...


Mais dados das Lojas Americanas


  • Mais uma empresa a apresentar fluxo de caixa livre negativo. Isso é algo do setor?

  • Diferente da Via Varejo, esta aqui aumentou bem seu caixa.

  • Dividendos praticamente estáveis.


Cadastre seu E-mail!


Assine o feed e receba atualizações do blog diretamente em seu email!




Conclusão


A Via Varejo e Lojas Americanas estão estava com dados melhores do que a Magazine Luiza. A B2W é disparada a lanterninha desse setor onde não há uma ação em que se possa dizer - É essa!

E você, o que acha deste setor da bolsa?


Lembrando que isso é apenas um estudo, passando longe de ser recomendação de compra/venda!





See ya!

19 comentários:

  1. Eu comentei no outro post mas confundi magazine Luíza com lojas Marisa kkkkk então ignora aquilo que falei pois a comparação que fiz na época foi Renner x Marisa x graziotin

    ResponderExcluir
  2. Otimo post @ingles, pode ensinar onde conseguir esses dados e como voce chegou no grafico acima?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Unknown!

      Os dados eu pego no Googlefinance. Já sobre o gráfico, eu mesmo montei :D

      Vou montar um post tentando mostrar como faço ok?

      Valeu

      Excluir
  3. Olá II, excelente post.
    Essas empresas passam longe da minha carteira. Só tem receita e prejuízos constantes. Não comentei no post da Magazine Luíza, mas eu não investiria em uma empresa que tem um lucro minúsculo em relação a receita e ainda prejuízos.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cowboy!

      Valeu! Eu também não investia em empresas com alta receita e lucros baixos. Mas acabei mudando de ideia com a Ultrapar. Acabei dando uma chance a ela.

      Abraços

      Excluir
    2. A Ultrapar tem lucros constantes e consistentes e o lucro é mais de 1B, agora a Magazine Luiza quando tem lucros é por volta de 100M ou menos.

      A Ultrapar é uma empresa que está na minha carteira também.

      Excluir
  4. Olá, sr. Inglês!

    As de vestiário Renner e Hering e farmárcia Raia-Drogasil me parecem mais interessantes do que Mag Lu e afins. Graziottin é empresa familiar, to fora.
    Acho que fez bem em dar em chance a Ultrapar, é toda rendodinha, estou de olho nela.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá sra Jacque!

      Das que você falou, tenho em carteira a Raia-Drogasil. a Hering e Renner até já cogitei comprar, mas ainda não fiz isso.

      Quanto a Ultrapar, ela é redondinha mesmo...

      Abraço!

      Excluir
  5. Olá Inglês.

    Te provoquei a buscar os dados das concorrentes já imaginando que a situação seria a mesma da MGLU3.

    Essas gigantes do varejo no Brasil são extremamente desorganizadas. Como é que o investidor por fundamentos vai confiar em empresas que pelo menos uma vez por semana lançam promoções erradas e coisas do tipo?

    Se tem uma coisa que eu já notei de primeira é que toda empresa que tem muita reclamação dos clientes (vide ReclameAqui), não tem lucro. Dito e feito!

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Wannabe!

      Mas se você olhar bem para a Via Varejo (Casas Bahia) os dados não são tão ruins assim. (Não só esses dados que coloquei ai)

      Sobre o Reclameaqui, uma das campeões de reclamações (Vivo), tem lucro atrás de lucro. Porém, ela não é do segmento de varejo.

      Abraço!

      Excluir
  6. Olá II!

    Não sei por que cargas d´água eu não estava recebendo suas postagens mais. Vi seu comentário no blog do PM e pensei, ué...

    Mas cadastrei novamente seu blog no meu Feedly e vou passar a acompanhar.

    Não tenho essas empresas não, concordo com os comentários do pessoal. Se vc analisar ainda seus números cheios com suas relações de preços das ações, o negócio parece que piora. Vc já viu o P/L das Lojas Americanas. Não consigo comprar uma ação com esse número não rsrsr

    Abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá André!

      Vou ver o P/L das Lojas Americanas, deve ser assustador rsrs

      Abraços!

      Excluir
    2. E agora com a Amazon chegando, ainda mais assustador para elas rsrs!

      Excluir
    3. Verdade! Dizem que fez bem para a Magazine a chegada da Amazon. Vamos ver se isso se mantem.

      Excluir
  7. Inglês,

    Seguindo a linha dos comentários acima, também simplesmente ignoro as três empresas. A Lojas Americanas é um caso realmente engraçado, sempre que olho está com um P/L surreal, absolutamente injustificável por qualquer método de valuation que eu conheço. Creio que existam opções bem mais interessantes para nós investidores, tanto em agressividade quanto em solidez.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá PM! Valeu pela visita!

      Sim, há opções melhores. Mas que é curioso o caso dessas ações. Tem algumas outras que vou abordar aqui com situações parecidas

      Abraços!

      Excluir
  8. Engenheiradecustos16 de outubro de 2017 13:55

    Ingles,
    Sei que sua analise e pra ser uma simples indicaçao para quem esta começando a investir, mas olhar somente lucro liquido/receita/divida e um pouco simplista, tem varias outros que sao mais representativos pra ver a atratividade da acao, como o multiplo fv/ebitda (que no caso da ML mostra bem o pq da valorizaçao!), entre outros - GA, ML, ROE,ROIC...
    abs e boa sorte
    (meu teclado nao tem acentos desculpa ai hehe)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Engenheiro!

      Sim, é uma analise extremamente simples. Esse post digamos que seria um primeiro passo... Digamos que seja a primeira coisa que vejo em empresas. Porém, conforme meus estudos vão avançando vejo que começar com lucro liquido não é uma boa ideia

      abs e valeu!

      Excluir