terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Prepare-se! Descubra o quanto você poderá gastar em 2018!


Estamos na reta final de 2017 e com isso um momento propicio para planejarmos o quanto poderemos gastar em 2018.

Opa, gastar?

calcular gastos 2018
WTF! Tá lokão Inglês?

Sim friend, gastar. Sei que já postei várias coisas relacionadas a economizar. Mas hoje pensaremos diferente, ok?

O comum é acompanharmos nossos orçamentos mês a mês. Quem acompanha suas despesas mas não se controla costuma jogar os gastos extras para o mês seguinte. E ao fazer isso diz a si mesmo;

 - Mês que vem eu acabo com essa dívida!

Porém o mês passa e normalmente essa e talvez outras novas dívidas vão para o próximo mês, que vão para o próximo e... Isso nunca acaba!

Ou você abre sua planilha e assim como eu, verifica o quanto sobrou para tirar umas férias, comprar algum gadget (comprei o Kindle assim)...

Ah, e espero que você não esteja no grupo dos que verificam que NÃO tem dinheiro para viajar e...MESMO assim viajam!

Ao fazer isso você está se sabotando!

como calcular sua renda anual
Você soltaria essa pedra ai no meio do caminho?

Então, se está na ânsia de viajar, comprar um equipamento novo, ou qualquer outra coisa que envolva dinheiro, por que não adia-las para 2018 com um planejamento?

Assim, vamos transformar seus rendimentos mensais em anuais. Let's go!


Como calcular sua renda anual


Bom, aqui não tem muito segredo não é?  Você irá pegar seus rendimentos mensais e multiplica-los por 12. Se trabalha em uma empresa privada, pode adicionar ao calculo seu 13. No exemplo abaixo, simularei com esse adicional.

Sem delongas vamos ao exemplo;

Digamos que ganharei 50k em 2018. Desse número subtraio;

  • 10k que vai para seus investimentos. (20% da renda)

Assim me resta 40k. Agora eu subtraio com meus gastos mensais;

  • Apartamento + Condomínio + IPTU (R$1300,00)  
  • Energia (R$50,00)   
  • Internet/TV/Telefone (R$160,00)   
  • Alimentação / Lazer (~R$900,00)   
  • Combustível (~R$350.00)  
  • Carro (~R$4000,00) *aqui está anualizado

Anualizando meus custos mensais e subtraindo com os 40k ai de cima lhe sobra R$2880,00. Esse é o valor que terá disponível para o ano inteiro. Agora eu divido ele em 12 para saber o quanto irá sobrar mensalmente para viagens, aquele celular novo, etc, etc...

R$240,00 mensais.

como calcular gastos para 2018
Só isso?

Nesse exemplo quase não sobrou nada para gastos secundários vamos chamar assim rsrs Porém, ele não foge muito da realidade de nós brasileiros não é mesmo?

Assim que começar a calcular sua renda anual, você irá perceber que tem menos dinheiro para gastar do que imaginava. Essa é a parte dura deste exercício. A outra parte complicada é se manter dentro do limite anual de gastos.

Afinal, você não irá querer gastar todo seu "limite" em um único mês não é?

Aproveite esse restinho de 2017 e faça esse exercício. Traga-o a sua realidade e veja o quanto terá para gastar em 2018.






Bis bald!

30 comentários:

  1. Aqui já está calculado desde setembro e simulando diversos cenários.

    A minha metodologia é parecida, só muda a ordem. Primeiro vem os gastos mensais para sobrevivência adicionado de uma margem de segurança para eventualidades, depois os investimentos, depois os gastos secundários (aka supérfluos).

    Em tese no orçamento de 2018 para o pior cenário será 53% gastos, 36% investimentos e 11% gastos secundários.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Engenheiro do Sertão! grato pela visita!

      Caramba man, desde setembro? Parabéns! Eu ainda vou fazer meus cálculos rsrs

      Sei que meu melhor cenário será 35% investimentos. Mas vou fazer as contas certinho

      Valeu!

      Excluir
  2. A melhor quebra de paradigma pra mim foi calcular quanto eu custo anualmente. Com esse dado em mãos eu já consigo provisionar mensalmente o valor determinado para cada tipo de gasto, deixando o controle muito mais fácil e equilibrado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal Enriquecendo!

      Depois de sabermos quanto custamos, a tarefa fica tranquila mesmo. Keep it going!

      Excluir
  3. Olá II,

    Legal o post. Ainda bem que não tenho carro e não preocupo com IPVA e seguros.
    Eu já tenho uma planilha com tudo planejado. Agora é segui-la e não mudar muito os gastos.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cowboy,

      Ainda bem mesmo hein, já poupa uns belos reais rs
      Eu não me vejo sem o carrinho, então tenho que pagar isso rsrs

      Abraços

      Excluir
  4. É importantíssimo fazer isso!

    Além do 13º salário, não esquece de somar o adicional de férias (1/3 do salário).

    Em relação aos gastos com viagem, eu já deixo provisionado um valor mensal para tanto, uma vez que moro distante da minha família e tenho que visitá-los de vez em quando, além de outras viagens a lazer.

    Também provisiono mensalmente outras despesas maiores mas que pago em apenas um mês do ano, como seguro do carro, IPVA e IPTU.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem lembrado Ministro!

      o adicional de férias da uma ajuda para gastar ai hehe... Eu não costumo deixar provisionado valor para viagens, nem mesmo o ipva. Algo que talvez faça para 2019

      Abraços!

      Excluir
  5. Post ridículo. Ninguém quer saber sobre gastos e sim sobre ganhos.

    Como se a gente gastasse alguma coisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anônimo, grato pela visita.

      Bom, num pais onde a black fraude bate recorde atrás de recorde, sua frase "ninguém que saber sobre gastos" perde o sentido não é mesmo?

      Excluir
  6. O anon acima ta maluco. A quantidade que conseguimos poupar é o que define quanto ricos somos conforme já dizia o Robert Kiyosaki. Muito bom II
    Eu utilizo os custos do ano anterior como starting point!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É aquela frase, não importa o quanto se ganha, mas como se gasta!

      Valeu AA40. Interessante seu metódo!

      Excluir
  7. Olá Inglês!
    Me chamou atenção no seu post que primeiro é o investimento, depois as contas e só então verifica o saldo!
    Muita gente passa batido nisso aí, mas a questão é que a prioridade tem que ser investir. Se o saldo for muito pequeno o que tem q ser feito é cortar despesa.
    Sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Janota!

      Precisamos nos pagar primeiro! Nem que seja em forma de educação, mas precisamos!

      Se não for dessa forma os gastos supérfluos irão brigar ferozmente com os básicos. Ai complica...

      Valeu, abraços!

      Excluir
  8. Acho correto seu método. Imagine ter essa aula na escola.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria legal ver isso acontecer. Quem ganha com a ignorância da galera não ia curtir muito hehe

      Abraços!

      Excluir
  9. É preciso fazer um bom planejamento das despesas, para conseguir realizar um bom aporte em 2018

    Abraço e bons investimentos

    ResponderExcluir
  10. Olá Inglês!

    Que belo planejamento hein?

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alemão!

      Como você faz o seu?

      Abraço!

      Excluir
    2. Faço mensalmente. Metas sempre mensais.

      Excluir
    3. Eu faço mensal também. Adicionei anual para testar hehe

      Excluir
  11. Muito interessante!

    Eu faço uma projeção orçamentária dos custos fixos/mensais e esporádicos para o próximo ano.
    Na prática a renda mensal fica dividida em custo fixo mensal, poupança para os pagamentos esporádicos e aporte para investimentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anônimo, grato pela visita!

      Eu fazia dessa forma há um tempo. Mudei depois que casei.

      Valeu!

      Excluir
    2. Pois é, desde a metade deste ano eu comecei a revisar de forma mais radical os meus hábitos de consumo. Ano que vem vou diminuir os passivos e aumentar os aportes.

      Excluir
  12. Eu nesse ano coloquei uma meta de aporte: 50% do salário líquido conforme posts que já fiz. Só consegui chegar lá depois de saber meus gastos e quitar diversas contas parceladas. O primeiro passo para saber dos ganhos é entender seus gastos e saber como controlá-los. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem controlar os gastos fica difícil atingir essa taxa de aporte. A menos que ganhe muito. Mesmo assim ainda difícil rs

      Eu pretendo manter ano que vem uma taxa de 30~35% da renda familiar. Ela subirá se ganharmos mais hehe

      Abraço

      Excluir
  13. Sempre fiz meus cálculos apenas mensalmente, agora pretendo iniciar anualmente, pra ver como me saio.

    Início do ano, ótima oportunidade para começar.

    Abraços inglês

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora é um momento bem propicio para fazer isso!

      Só não deixe de acompanhar mensalmente hehe, se não o anual não serve para nada...

      Abraços Diário!

      Excluir