quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

O vídeo que preciso compartilhar com você! As escolas matam a aprendizagem...


Provavelmente enquanto você lê este post, estarei em algum lugar do Sul deste país. Assim que voltar de viagem e me sobrar um tempo, contarei a você como foi minha roadtrip.

Voltando ao blog, para este espaço não ficar totalmente ocioso em minhas férias, compartilho aqui um vídeo do Murilo Gun que gostei muito relatando sua opinião sobre as escolas matarem a aprendizagem. Infelizmente não lembro o blog que me apresentou este vídeo. Desde já peço desculpas por não o mencionar.

Conheça abaixo a esteira rolante...






Depois de ver o vídeo acima, se você pensava que bastava cursar um ensino superior depois uma pós e está feito, creio que notou que ficará para trás na chamada "esteira rolante".

Não basta estudar nesses meios tradicionais e principalmente estudar o que todos estudam se você almeja se destacar. Procure estudar coisas que poucos estudam como;

  • Se comunicar melhor.
  • Saber vender.
  • Gerir seu tempo.

Vamos começar o ano e acredito ser uma boa hora para iniciar esses estudos. Não deixe para depois do carnaval não, passou o período de férias, já coloque em ação seu plano.

Você não irá se arrepender!

E falando em gestão do tempo, ao saber dosar o que faz sobrará um tempinho para diversão também. Pois convenhamos, não se vive só de deveres não é mesmo?

Com isso, que tal rir com um humor peculiar? deixo como sugestão a série abaixo;




Retrospectiva do Blog


Abaixo os posts mais vistos neste ano de 2017;


O blog ganhou um domínio graças a essas propagandas que você vê por ai.

Com o post de hoje, chego a marca de 160 posts!  É texto pra caramba!!!

Para atingir esse número, recorri a algumas séries como o acompanhamento da carteira fórmula mágica, a adaptação do post sobre liberdade financeira, alguns posts sobre opções e por último, mas não menos importante, a série #resumodasemana.

E por falar nela, já viu o último post desta série?


Bom, por hoje é isso. Sabe que esses dados não são nada sem a presença de você caro leitor e amigo da blogosfera. Por isso meu muito obrigado e um Feliz Ano Novo!

Que seus aportes prosperem em 2018...

E que você conquiste seus objetivos!




Vejo vocês em 2018!

13 comentários:

  1. GNão gosto muito do Murilo Gun. O coloco no time da Bel Pesce, Gabriel Goffi, e outros empreendedores de palco. Pra mim, são "vendedores de vento". Dito isso, esse talk dele é muito bom. Mostrar isso para pessoas da matrix é, sem dúvidas, um modo de causar um mindblowing e fazer a pessoa repensar tudo na vida dela.


    Boas festas, amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, puro vendedor de vento. Concordo plenamente.

      Excluir
    2. Fala Enriquecendo,

      Eu não vi outros talks dele então nem posso opinar sobre o cara. Mas esse eu gostei. Sem dúvidas é um mindblowing!

      Valeu!

      Excluir
  2. Cara.. mto bom o primeiro video, inclusive sobre oq ele fala de autodidata.
    Nesse ponto eu tenho uma crítica a fazer ao mercado: buscam muito como empregado pessoas com um CV teórico mto bom e não arriscam a empregar alguém sem esse tipo de CV em favor de uma pessoa que quer desafios, crescer, lucrar e é autodidata.
    O mercado financeiro (talvez por gerir dinheiro dos outros) é um dos mais fechados. Se não tiver o certificado "bla bla bla" não trabalha em certa área. Até entendo a justificativa: para não fazer cagada (perder dinheiro que não é seu) a pessoa deve ter um certificado/curso "X". Mas oq isso adianta se ela faz cagada e está isenta? Conheço gente que deu prejuizo de no minimo 10 milhões de dolares para banco que trabalhava - sim, dolares. Simplesmente a pessoa saiu de um banco e foi ser CEO em outro (gracas ao curriculo)

    Por outro lado, há pessoas que poderiam gerir dinheiro sem certificação "bla bla bla" (os autodidatas): vide pensamentos financeiros, mestre dos dividendos, por exemplo, entre outros.
    Barsi, também, não tem nada disso. Mas quem duvida da capacidade dele em gerir/alocar dinheiro?
    Tomara que chegue um dia em que as empresas esqueçam currículo como indicador de qualidade de funcionário, pois chegará um dia que muitos audidatas estarão à disposição do mercado. (Viajando, poderiam perguntar: quanto você ganhou no último emprego, o que fez com o dinheiro. Se a resposta for a seguinte, jamais contratariam a pessoa: no último ano, no último emprego, ganhei 100 mil reais. Fiz uma viagem internacional de 10 mil, dei 30 mil de entrada em um carro e financiei outros 30 mil, paguei 15 mil de aluguel, 4 mim de condomínio, gastei em outras coisas e hoje estou devendo 10 mil reais, mas tenho 5 mil "de reserva, investidos na poupança ".
    Por outro lado, podem contratar imediatamente a pessoa que responder o seguinte: no último ano, no último emprego, ganhei 100 mil reais. Guardei no minino 30% de tudo e investi nisso e naquilo. Entre erros e acertos, fiz 30 mil virar 40 mil, sem considerar recebimento de dividendos. Fiz trade de valor em operações de curto prazo e reinvesti o lucro em investimentos de baixo risco. Como recebi dividendos, meu aporte em alguns meses eram maiores. Investi em material para aprender alemão e agora para o ano que vem estou planejando realocar os ativos para investimentos fora do país por isso, mais isso e aquilo. Hoje não tenho dívidas e possuo 50 mil reais no meu portfólio.
    É só um exemplo besta para mostrar que "inteligência" (inclusive financeira), está além do CV e que podem ser encontrados autodidatas para serem um bom profissional.

    Enfim...
    Abraco e sucesso!
    Feliz 2018

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Belo relato amigo!

      Quem sabe um dia isso aconteça Mineiro, quem sabe...

      Abraço sucessos e Feliz 2018!

      Excluir
  3. O problema das escolas no Brasil que hj não estão matando só o aprendizado mas estão formando idiotas úteis e militantes de esquerda.

    Claro que menos aprendizado é sempre reflexo de mais esquerdistas.

    Ideologias baratas e destrutivas para nosso sociedade ocidental estão sendo implantaras nas cabeças dos alunos desde o ensino básico.

    Essa bestialização nas escolas me preocupam mais do que qualquer coisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara nem fale... Até tentei conversar com uns professores sobre isso. Mas como deve imaginar, não me falaram nada. A falaram sim, que em qualquer rua viram a esquerda.

      Com certeza isso preocupa muito

      Excluir
  4. O problema das escolas no Brasil que hj não estão matando só o aprendizado mas estão formando idiotas úteis e militantes de esquerda.

    Claro que menos aprendizado é sempre reflexo de mais esquerdistas.

    Ideologias baratas e destrutivas para nosso sociedade ocidental estão sendo implantaras nas cabeças dos alunos desde o ensino básico.

    Essa bestialização nas escolas me preocupam mais do que qualquer coisa.

    ResponderExcluir
  5. Gosto do jeito do Murilo Gun, e isso que ele falou é reflexivo mesmo. Eu só acho que o raciocínio lógico matemático das escolas, apesar de não ser suficiente, é bastante importante pra vida. Mas entendo que realmente deveria se colocar na escola essas outras disciplinas mais úteis pra vida. Nesse caso, cabe a poucos buscarem melhorar nessas áreas.

    Gostei quando ele falou que temos que buscar ser mais autodidata, esperar que os outros nos ensinem é uma dependência enorme. Quando estudava para concursos, eu não gostava de vídeo aulas, preferia pegar os livros e apostilas e tentar aprender sozinho. Se eu achasse difícil, tentaria outra forma. Mas não aguentava alguém me falando por vídeo, ensinando num ritmo diferente do meu.

    Parabéns pelos números Inglês! Que no ano que vem você nos brinde com mais posts importantes.

    Depois nos atualize dos ganhos com o novo site ".com"

    Venho pensando em fazer o mesmo, pra tentar conseguir uma renda extra.

    Um forte abraço e fica com Deus.

    E Feliz Ano Novo ;D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Diário!

      Acredito que final de janeiro/fevereiro eu já tenha números para mostrar a evolução ".com" rsrs

      Abração e sempre com Deus!

      Feliz ano novo!

      Excluir