segunda-feira, 6 de novembro de 2017

A mentalidade deve ser - Economizar é fácil, difícil é gastar!


Por que economizar é tão difícil? Essa é uma pergunta feita diariamente por muitas pessoas. Acredito que muitos aqui da blogosfera já ouviram ou mesmo já a fizeram. Elas tentam, tentam e dizem não conseguir. Isso para as pessoas que tentam, sendo que há aquelas que apenas conhecem o termo e simplesmente o ignora.

Lembro quando passei o curso de planejamento financeiro e nele havia uma mulher que já estava em sua quarta planilha de orçamento doméstico. Ela disse exatamente o que falei acima, tentou, tentou... E provavelmente irá continuar tentando se não mudar a forma que está lidando com a situação.



Bom, mas não será sobre ela que irei falar hoje. Então;

Por que muitos não conseguem?


Por que a maioria não dá a mínima para isso. Simples assim! Infelizmente, as pessoas não veem os benefícios que economizar traz. Simplesmente preferem;

  • Coisas ou entretenimento ao invés de montar uma segurança financeira;
  • Ter mais passivos do que precisam. Aqui entenda como casa, carros e outros que não cabem em seu orçamento;

Sem contar que muitos acreditam que economizar é uma forma de punição que os impede de fazer e ter o que querem...

Muitos acham que merecem ter um pouco de diversão e assim gastam mais do que ganham para se distrair e faze-los sentirem melhores.

E quer saber, É CLARO QUE MERECEM!

Mas, não precisa ser destruindo com suas finanças.

Não queira saber os benefícios de se economizar quando não tiver mais jeito. Será perda de tempo e auto-punição...

Cadastre seu E-mail!


Assine o feed e receba atualizações do blog diretamente em seu email!



Ok, como mudar minha mentalidade?


Por que é tão difícil economizar


Se você se encontra nessa categoria, a de consumir por consumir, consumir por que mereço e tantas outras definições que poderia dar aqui, por favor,

NÃO diga a si mesmo para parar de gastar muito!

Essa com certeza não será a forma que irá mudar seu comportamento/mentalidade na questão financeira.

Primeiro, você precisa parar de achar que economizar é difícil e gastar é fácil. Você precisa inverter esses valores. Precisa pensar assim;

Economizar é fácil;

  • Pois apenas requer colocar um dinheiro de fora do seu consumo. Se é muito ou pouco, é a mesma decisão.
  • Você se sentirá bem! Ver o montante crescer, principalmente depois de um tempo, te deixará  confiante.
  • Assim que o hábito tiver estabelecido e dependendo da quantia guardada, você se sentirá - O Cara / A Mina! por saber que pode comprar muitas coisas, mas não compra devido a tranquilidade que a quantia o traz!

Gastar é difícil;

  • Quanto mais você compra, mais quer comprar.
  • E quanto mais você compra, maiores as chances de sentir - O remorso de um comprador. (talvez renda um post sobre isso hehe)
  • Novamente quanto mais se compra, mais difícil é comprar menos.
  • Dificuldade em dormir por não saber como irá pagar as contas.
  • Se não tiver como pagar as contas, irá recorrer a empréstimos e com isso aumentar a sua insonia. 
  • Se recorrer a familiares, poderá gerar desconforto na família. Na verdade só o ato de pedir já será constrangedor...
  • E por último mas não menos pior, Terá que trabalhar MAIS para manter esse estilo de vida.

Acredito que só de pensar nesse último talvez já o faça mudar de ideia em relação a seus gastos.
Saiba que economizar é muuuuiiito fácil perante as dores de cabeça que vem com gastos desenfreados...

Conhece alguém que gasta além da conta?  Ou você está gastando mais do que deveria? 



Post adaptado do blog Freetopursue

Veja Também!






Bis bald!

24 comentários:

  1. Muito bom! Todos deveriam refletir sobre o consumo. Eu tenho remorsos quando compro kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Denise! Obrigado pela visita! ahhaha já senti remorso também. E não foram poucas vezes hahahah

      Excluir
  2. Quem não economiza terá sempre de trabalhar pelo dinheiro,mas quem economiza e coloca o dinheiro a investir com o passar dos anos terá o dinheiro a trabalhar para ele, agora a decisão é de cada um.

    Abraço e bons investimentos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso ai DIL, cabe a cada um refletir no que quer!

      Abraços!

      Excluir
  3. Excelente post II,

    As pessoas estão mais interessadas em comprar as coisas da moda. Não pensam muito no futuro.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Cowboy!

      A moda ganha uma boa fatia da turma mesmo. E sobre futuro concordo, muitos não estão nem ai

      Abraços

      Excluir
  4. Fera este post!! Uma pena, porque a maioria das pessoas so pensa em gastar, ate mesmo o que não tem. Pelo menos para mim é muito mais difícil gastar do que guardar! Adoro ganhar dinheiro, mas odeio gastar! Prazer mesmo é ver o carteira crescendo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rico! grato pela visita e valeu! O prazer em ver o patrimônio crescer é bom mesmo hehehe

      Excluir
  5. Olha, você tem que melhorar um pouco essa sua forma de escrever. Por exemplo " sem contar que poupar e uma forma de punição que previne- os", cara isso esta horrível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo! grato pela visita e feedback! Arrumei a frase mencionada. Valeu e volte sempre!

      Excluir
  6. II,

    Seu post ficou muito apropriado para essa época do ano, na qual as compras por impulso tendem a crescer significativamente.

    "Eu mereço" - essa frase tem sido usada pelo marketing há muito tempo para induzir-nos ao consumo ou as "necessidades" desnecessárias. Cabe a nós pensarmos muito bem se precisamos ou queremos mesmo aquele produto ou se a indução externa está sendo muito intensa. Ou ainda, se não é o hábito de comprar que está falando mais alto do que deveria.

    "Mas, não precisa ser destruindo com suas finanças."
    Você disse tudo. Merecemos muitas coisas, mas não destruindo outras.

    Abraços,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rosana,

      Não tinha notado isso rs. Vou posta-lo novamente próximo ao black friday hehe

      Verdade Rosana! disse tudo. Marketing, habitos, fontes externas e internas conspiram para gastarmos. Se não estivermos preparados já viu

      Abraços

      Excluir
  7. Pois é II, concordo inteiramente! Se não mudar o modelo mental, esquece!

    Muito interessante a inversão proposta de pensamento. Mas olha, para a maioria das pessoas isso é difícil, viu rsrs?

    Abraço e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu André!

      Também acho difícil para a galera, mas vamos torcer, vai que rsrs

      Abraço e boa semana!

      Excluir
  8. Fala aí VDC postador, kkk, to zoando meu caríssimo!

    Então, é mais fácil gastar mesmo.

    Olha só, aplicando 10 mil reais, ganhamos aí no máximo uns 60 reais ... É muita grana pra pouco retorno.

    Aí tem gente que pensa: O que? Vou economizar isto tudo pra 60 reais, dinheiro de pinga? Vou é viajar com estra grana e comprar o Iphone com o que sobrar.

    Esta é a mentalidade.

    Agora no caso dos amigos e amigas da Blogosfera, parece que fica intrínseco que precisamos economizar, eu me sinto mal quando não aporto.

    Então o aportar vira algo super normal, do cotidiano, e isto nos mantem sempre economizando rs.

    Abração II

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala VDC! kkk

      Concordo, a sra Inglês mesmo fica abismada com o retorno de uma aplicação dela kkk Mas ela não resgatou, está valendo.

      Bem isso mesmo, o ambiente ajuda! Sou muito grato a blogosfera!

      Abração

      Excluir
  9. É muito difícil virar essa chave mental, que torna a pessoa satisfeita por adiar uma possibilidade de satisfação imediata. É praticamente um contrassenso nos dias de hoje, em que somos tão estimulados a garantir experiências.

    Para nós, que ingressamos na lógica dos investimentos (ou para mim, pelo menos) fica um gosto amargo na boca em momentos como este novembro, em que os ativos estão despencando... Para manter a disciplina de aportes é preciso saber lidar também com o mercado baixista. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá DM! Realmente não é fácil, precisa de um trabalho para mudar comportamento/hábito.

      Não é legal mesmo ver nosso patrimônio diminuir, mas infelizmente essa é a realidade. Precisamos encara-la! Abraço!

      Excluir
  10. Esse post é um tapa na cara para as mulheres, quer ser que gosta de gastar? ainda mais por impulso !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Stifler!

      Não acho que seja só nas mulheres não. Tem muito marmanjo por ai que gasta muito e nem se dá conta. (gastos com carros, sabe aquele amigo que gasta 10k em som e acessórios sendo que acabou de financiar o carango...)

      Excluir
  11. Gosto dessas formas de pensar com raciocínio lógico invertido, justamente por ser algo novo pra mente, que pode funcionar, e funciona!

    Eu mesmo já tive bem atolado em dívidas e gastos. Hoje luto pra sair. De certa forma, foi muito bom pro aprendizado financeiro eu cometer tantos erros no início.

    A grande questão se resume a momentos de querer gastar. Uns tem mais, outros tem menos. O fator que determina a intensidade dessa vontade está dentro de cada um, e só com o tempo é possível descobrir e trabalhar. Pode ver que ninguém vira frugal da noite pro dia (a não ser forçadamente).

    Mas é uma boa tática, inglês, especialmente para quem tem menos controle. E pra quem já acha que tem controle, é um baita lembrete.

    Pretendo ter isso em mente quando me sentir tentado a gastar.

    Um forte abraço colega

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Diário!

      Aprendemos com os erros mesmo. Eu espero ter aprendido no quesito carros hehe, já joguei bastante dinheiro nesse item.

      Legal esse ponto "A grande questão se resume a momentos de querer gastar. Uns tem mais, outros tem menos. O fator que determina a intensidade dessa vontade está dentro de cada um, e só com o tempo é possível descobrir e trabalhar. Pode ver que ninguém vira frugal da noite pro dia (a não ser forçadamente)."

      Eu já tive essa "vontade de gastar", porém nunca passou do meu limite. Ainda bem rs

      Abração e valeu!

      Excluir
  12. os excessos se tocam.

    o equilíbrio é a chave, pois gastar, salvo para compradores compulsivos, é um prazer e poupamos para gastar mais e melhor no futuro.

    excelente post.

    abç!

    ResponderExcluir