quinta-feira, 16 de novembro de 2017

As três loucuras financeiras de Dick e Jane!


Hey, já assistiu o filme - As Loucuras de Dick and Jane?

Se não, saiba que é mais um filme com o ator Jim Carrey e, sim, é um filme de comédia. Porém, é uma comédia baseada em um drama financeiro!

Interessante não? Dessa forma percebi que poderia utilizá-lo para postar aqui.

Bom, o drama financeiro de Dick (Jim Carrey) e Jane (sua esposa) é que quando Dick consegue o tão almejado cargo, a empresa onde trabalha logo fecha as portas. Sim, em menos de dois dias após sua promoção, Dick fica desempregado.

As loucuras de Dick e Jane
Foi mal Dick!
Créditos Imagem: FanPop 

E sabe quais atitudes Dick e Jane tiveram após saber de sua promoção?


Primeira loucura - Trocaram o certo pelo duvidoso.


Começo dizendo que Dick pede a Jane para pedir demissão, já que agora está em um cargo bom e provavelmente obterá uma boa renda. Assim, Jane pode ficar em casa e cuidar de seu filho.

E assim temos nossa primeira loucura. Jane não estava muito contente com seu emprego. Logo, na primeira oportunidade e motivada com a deixa do marido, largou seu trabalho.


Mal sabia que o novo emprego do marido duraria tão pouco...


Segunda loucura - Gastaram o que não tinham...


Após sair do emprego, Jane tratou de utilizar o então nem conhecido salário de Dick. Compras necessárias?  Que nada!  Jane comprou uma piscina e aproveitou para trocar a grama de toda sua casa!

loucuras financeiras de Dick e Jane
Será que o Dick curtiu?

Créditos da Imagem: FanPop

Sem nem saber quanto e principalmente quando Dick iria receber, Jane foi lá e gastou literalmente o que não tinham, já que Dick logo descobriu que não receberia nada da empresa em que trabalhava.

Coincidências com a vida real são meramente... Coincidências...


Terceira loucura - Colocaram os ovos na mesma cesta...


Dick apesar de desempregado, estava tranquilo pois sabia que tinha ações da...

Empresa onde Trabalhava!!!

E se a empresa faliu, suas ações também se foram...

As loucuras de Dick e Jane

Olha a cara do Dick vendo suas ações derreterem...

Créditos da Imagem: WingClips

E para piorar, infelizmente essa era a única reserva de emergência da família.

Dick tentou acalmar Jane dizendo que tinha uma carta na manga. Acertou quem pensou na casa. Porém, logo Jane jogou um balde de água fria em Dick ao dizer que a casa não valia o quanto ele pensava.

Assim, vender a casa não os ajudaria em nada...

Conclusão


Apesar de ser um filme, as situações apresentadas não são nada difíceis de serem vistas por ai. Não duvido nem um pouco que você conheça alguém que já passou ou passa por uma dessas loucuras.

Das três loucuras, a segunda infelizmente é bem comum. Já presenciei algumas pessoas indo gastar seus "futuros salários" logo ao saber da suposta existência deles. O dinheiro nem bem entrou na conta, e já está destinado. Como exemplo cito o uso de cartão de crédito de forma desenfreada.

Usar o cartão sem um planejamento pode ser perigoso... 

Quanto a terceira loucura, temos duas opções;

  • Ou você se dá bem.
  • Ou se dá mal.

Quando não diversificamos, acabamos colocando todas nossas fichas em uma jogada, ficando assim refém dela. E se der errado...

Veja mais sobre diversificação no post do ViagemLenta!

Voltando ao filme, saiba que é divertido ver o que o casal irá fazer para manter a casa. Conforme passa o tempo e os dois não conseguem emprego, eles acabam tendo que recorrer a soluções... Bom, veja o filme e depois me conte o que achou!  :P


Cadastre seu E-mail!


Assine o feed e receba atualizações do blog diretamente em seu email!





Bis bald!

24 comentários:

  1. Eu assisti esse filme, Inglês.

    Mas na época não tinha percebido que muito do que eles fizeram diz respeito exatamente à parte financeira tão tratada por aqui.

    Interessante como um filme ganha outra proporção, outro sentido, conforme os anos passam e aprendemos novas coisas.

    Quando assisti-lo novamente vou olhar com outros olhos agora hehe

    Detalhe: as ações valiam U$ 140,00, e foram pra 0,01... tenso

    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Diário! Idem cara! haha Também já tinha assistido e não me liguei nessas mancadas...

      Sim, filmes, livros, jogos... Conforme o tempo, ganhamos outra percepção sobre as coisas. Um exemplo é o filme Clube da Luta. Quando lançado, foi apenas mais um filme. Depois de um tempo, passou a ser considerado O filme. Interessante não?

      Sobre as ações, tenso mesmo :|

      Abraços!

      Excluir
  2. II,

    Gastar o que não tem...
    Talvez isso ainda seja tão comum, pois a maioria das pessoas tende a ser mais otimista do que interessada em planejar sua vida.

    Abraços,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rosana,

      O segundo ponto é bem comum viu. Faz parte de boa parte das pessoas ao nosso redor. Dias desse estava conversando com uma amiga e ela estava contando sua situação. Infelizmente o discurso de mudança fica só em palavras, ela não consegue tomar a atitude de mudar...

      Abraços

      Excluir
  3. Vou assistir ao filme. Muito comum no dia a dia isso. Vejo como exemplo lá em casa. Pai teve um comercio durante anos, formou os filhos, porém nunca soube poupar e investir. Comercio quebrou, está desempregado e torcendo para conseguir aposentadoria INSS. Vejo ate relatos de amigos que ficaram desempregados e nao consegue adentrar ao mercado de trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assista e depois conte o que achou dessa comédia hehe

      Chato isso com seu pai, desejo melhor sorte a ele! Também tenho amigos que estão a um bom tempo sem emprego. Um graças a Deus soube criar uma reserva, então não está tão ruim para ele

      Excluir
  4. Eu já assisti esse filme. É bem legal mesmo! As vezes acho que os americanos tem menos educação financeiro que nós brasileiros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr Bufunfa, tem um post no ValoresReais falando que os Americanos não saber gerir sua grana não! (pelo menos boa parte)

      Excluir
  5. Este comportamento de consumo ganhou grande alavancagem no Brasil nos últimos anos devido ao crédito farto. Na verdade não ganhamos um aumento da classe média/alta, apenas pessoas com bens que não são delas até findar do financiamento. Aposto, que vocês conhecem muitas pessoas esbanjando casas, carros, viagens, etc, e ainda convivendo com parcelinha e cartão sempre no vermelho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente, isso é bem comum Hammer. Digo que até antes da fartura de crédito.

      Excluir
  6. Olá Inglês.

    Assisti esse filme há alguns anos atrás.

    Lembro vagamente das cenas, mas recordo das loucuras financeiras do casal, como você citou no post.

    Lembro também (porém sem ter certeza) que Dick e Jane acabam tendo a idéia de roubar um banco ou algo assim. Talvez eu esteja confundindo com outro filme.

    E a vida real tem muitos casos parecidos, infelizmente.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alemão.

      É o mesmo filme, você não confundiu não. Dick e Jane tiveram como ideia roubar um banco sim.

      É infelizmente a galera só aprende na dor (quando aprendem)

      Abraço

      Excluir
    2. Então minha memória está boa. :)

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Essa história me lembra também, os gastos que até pouco tempo eu mesmo cometia que era de comprar as coisas no crédito achando que esse dinheiro era meu sendo que eu pagava tarifas e IOF. Falta de conhecimento financeiro nos faz pobre a cada dia. Gastar o que não tem só é bom para ego, o bolso chora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que mudou o jeito que lida com as finanças Seja Rico! e obrigado pela visita!

      Excluir
  9. Interessante análise, II!

    Vou atrás desse filme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Enriquecendo! Depois conte o que achou do filme!

      Excluir
  10. Pois é II, quando a gente vê esses tipos de atitudes vem uma pulga atrás da orelha que nos faz pensar: "Será que existe, de fato, gente assim?". Mas depois de uns poucos momentos de reflexão a gente lembra de situações da vida real. Loucura!

    Eu não assisti o filme. Vou ver se acho na Netflix esse final de semana. De qq forma vou recomendar para minha filha e para o namorado dela para eles evitarem de fazer loucuras quando resolverem juntar os trapos rsrs.

    E obrigado pela recomendação do blog!

    Abraço e bom final de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Loucura mesmo André!

      Tem no Netflix sim! E mostre o quanto antes aos dois para eles não falarem que não sabiam o que estavam fazendo rsrs

      Opa! Abraço e bom final de semana!

      Excluir
  11. Pow esse eu já assisti kkk !!! Sabe que eu gosto das suas indicações né !!? continue sempre nos indicando !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Curtiu o filme Stifler? kkk

      Legal que as curte! Em breve posto mais indicações!

      Excluir
  12. Bela lembrança do filme!

    Nem lembrava mais da existência dele... hehehe
    Um dos típicos "Sessão da Tarde", mas que ao menos tem algum ensinamento.

    Abs,
    50segundos

    ResponderExcluir